quarta-feira, 22 de junho de 2011

Ponte no Mar do Amor

Não vou cantar
qualquer cantilena.
Nem mesmo vou rezar
nenhuma extensa novena.

Mas, se preciso for,
entrarei em quarentena,
a me condicionar ao amor
que encontrei nessa morena.

Ela é um belo horizonte.
Ao meu coração, é a safena.
Construirei, de versos, uma ponte.
A poesia me levará, até essa madrilena.

2 comentários:

  1. A poesia pode te levar a qualquer coração.

    ResponderExcluir
  2. AMEI, saudades sempre das melhores poesias que meus olhos podem ver...

    ResponderExcluir